MOISÉS E A TERRA DE CANAÃ

moises_mar_vermelho[1]

Por que Deus não permitiu que Moisés entrasse com o Povo de Israel na Terra Prometida?

Qual foi o seu pecado para que Deus o punisse com tão severo castigo?

Estas respostas estão em Números 20: 7 a 13; Deuteronômio 3: 23 a 29; Deuteronômio 4: 21 a 24; Deuteronômio 32: 48 a 52.

Números 20: 7 – 13

20: 7 = Disse o SENHOR a Moisés:
20: 8 = Toma o bordão, ajunta o povo, tu e Arão, teu irmão, e, diante dele, falai à rocha, e dará a sua água; assim lhe tirareis água da rocha e dareis a beber à congregação e aos seus animais.
20: 9 = Então, Moisés tomou o bordão de diante do SENHOR, como lhe tinha ordenado.
20: 10 = Moisés e Arão reuniram o povo diante da rocha, e Moisés lhe disse: Ouvi, agora, rebeldes: porventura, faremos sair água desta rocha para vós outros?
20: 11 = Moisés levantou a mão e feriu a rocha duas vezes com o seu bordão, e saíram muitas águas; e bebeu a congregação e os seus animais.
20: 12 = Mas o SENHOR disse a Moisés e a Arão: Visto que não crestes em mim, para me santificardes diante dos filhos de Israel, por isso, não fareis entrar este povo na terra que lhe dei.
20: 13 = São estas as águas de Meribá, porque os filhos de Israel contenderam com o SENHOR; e o SENHOR se santificou neles.

Observação:

Deus mandou Moisés falar à rocha para sair água para atender as necessidades do Povo – 20: 8;
Moisés estava extremamente cansado da murmuração do povo que chamou de “rebeldes” – 20: 10;
Moisés ao invés de falar à rocha feriu-a duas vezes com seu bordão – 20: 11;
Diante da atitude de Moisés, Deus lhe pronuncia o castigo em não entrar com o Povo na Terra Prometida: “não fareis entrar este povo na terra que lhe dei” – 20: 12;

Deuteronômio

3.23  Também eu, nesse tempo, implorei graça ao SENHOR, dizendo:
3.24 = Ó SENHOR Deus! Passaste a mostrar ao teu servo a tua grandeza e a tua poderosa mão; porque que deus há, nos céus ou na terra, que possa fazer segundo as tuas obras, segundo os teus poderosos feitos?
3.25 = Rogo-te que me deixes passar, para que eu veja esta boa terra que está dalém do Jordão, esta boa região montanhosa e o Líbano.
3.26  = Porém o SENHOR indignou-se muito contra mim, por vossa causa, e não me ouviu; antes, me disse: Basta! Não me fales mais nisto.
3.27 = Sobe ao cimo de Pisga, levanta os olhos para o ocidente, e para o norte, e para o sul, e para o oriente e contempla com os próprios olhos, porque não passarás este Jordão.
3.28 = Dá ordens a Josué, e anima-o, e fortalece-o; porque ele passará adiante deste povo e o fará possuir a terra que tu apenas verás.
3.29 = Assim, ficamos no vale defronte de Bete-Peor.

Observação:

Neste episódio Moisés  implora e depois roga a Deus que lhe permita entrar com o Povo na Terra Prometida -  3: 25;
Deus lhe responde de forma definitiva: Basta! Não me fales mais nisto – 3: 26.
Deus deixa claro que se Ele “quebrasse o galho” , “desse um jeitinho”, “aliviasse” a transgressão de Moisés, Ele teria que fazer o mesmo com todos os revestidos de Ofício diante dEle.

Deuteronômio

4.21 = Também o SENHOR se indignou contra mim, por vossa causa, e jurou que eu não passaria o Jordão e não entraria na boa terra que o SENHOR, teu Deus, te dá por herança.
4.22 = Porque eu morrerei neste lugar, não passarei o Jordão; porém vós o passareis e possuireis aquela boa terra.
4.23 = Guardai-vos não vos esqueçais da aliança do SENHOR, vosso Deus, feita convosco, e vos façais alguma imagem esculpida, semelhança de alguma coisa que o SENHOR, vosso Deus, vos proibiu
4.24 = Porque o SENHOR, teu Deus, é fogo que consome, é Deus zeloso.

Observação:

Neste episódio Moisés confirma a sentença de Deus e desabafa ao afirmar que foi por causa das constantes murmurações do Povo que ele foi levado a perder o direito de entrar na Terra Prometida – 4: 21;
Moisés aproveita o ensejo para alertar o Povo sobre o perigo da Idolatria e do zelo de Deus quanto ao cumprimento dos Seus Mandamentos – 4: 23;

Deuteronômio

32.48  Naquele mesmo dia, falou o SENHOR a Moisés, dizendo:
32.49 = Sobe a este monte de Abarim, ao monte Nebo, que está na terra de Moabe, defronte de Jericó, e vê a terra de Canaã, que aos filhos de Israel dou em possessão.
32.50 = E morrerás no monte, ao qual terás subido, e te recolherás ao teu povo, como Arão, teu irmão, morreu no monte Hor e se recolheu ao seu povo,
32.51 = porquanto prevaricastes contra mim no meio dos filhos de Israel, nas águas de Meribá de Cades, no deserto de Zim, pois me não santificastes no meio dos filhos de Israel.
32.52 = Pelo que verás a terra defronte de ti, porém não entrarás nela, na terra que dou aos filhos de Israel.

Observação:

Neste episódio Deus executa a sentença sobre Moisés que vê toda a Terra Prometida do alto do Monte Nebo onde também morre tendo o seu corpo, misteriosamente, desaparecido, isto é, nunca foi encontrado – 32: 50;

Deus afirma que o motivo do castigo sobre Moisés foi por PREVARICAÇÃO, que deve ser motivo de preocupação para quem tem OFÍCIO SACERDOTAL diante de Deus – 32: 51;

PREVARICAR = Ato ou efeito de transgredir quando no exercício de Ofício, que no caso de Moisés tratava-se de Ofício Sacerdotal.

Pense Nisso:

Moisés estava sobrecarregado de problemas com a condução do Povo de Israel o que humanamente justifica a sua atitude irada e momentânea em bater nervosamente na rocha.

Entretanto para Deus o seu gesto foi motivo de Juízo pelo Ofício Sacerdotal diante do Povo e de Deus;

Por bater na rocha e não falar à rocha, Moisés perdeu o direito de entrar na Terra Prometida.

A observação em tela é a seguinte: A rocha verteu água, apesar da desobediência de Moisés.

Por que a rocha apesar da desobediência verteu água?

Verteu água para atender as necessidades do Povo de Israel que estava sob Promessa, bem como, pelos Atributos da Misericórdia, Bondade e Amor de Deus, porém, seguidos do Atributo da Justiça de Deus;

Preste Atenção: O Milagre aconteceu, porém Moisés foi punido posteriormente, com a perda do direito de entrar na Terra Prometida;

Preste maior atenção ainda: Milagres acontecem em Ministérios em Desobediência para atender as necessidades do Povo, da mesma forma como aconteceu com o Ministério de Moisés,

A desobediência momentânea de Moisés e sua punição servem de JURISPRUDÊNCIA Teológica para que as LIDERANÇAS EVANGÉLICAS cuidem em esmerar-se no desempenho de suas funções Sacerdotais, sabendo que correm o risco de serem punidos severamente no devido tempo de Deus, por desobediência à Palavra Plena e Pregada;

Da mesma forma a desobediência de “HOJE” serve de JURISPRUDÊNCIA Teológica para que os milagres aconteçam, pela Misericórdia, Bondade e Amor de Deus, bem como, para Juízo e punição para os prevaricadores, no devido tempo de Deus.

CONCLUSÃO

Mateus 7: 21 a 23

21 = “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! Entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus”.
22 = “Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? E em teu nome não expulsamos demônios? E em teu nome não fizemos muitas maravilhas?”
23 = “E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade”.

Teologicamente, no meu entendimento, “iniqüidade” está relacionada com a ação do iníquo = Satanás = cujo pecado de sua “queda”, começou pela desobediência.

Ser Obediente é ser inteligente, porém, o mais importante e ser inteligente para corrigir rumos quando se está em desobediência.

PENSE NISSO:

Este Artigo  VOCÊ  poderá recebê-lo em sua Casa:

Adquirindo um CD;

O Artigo em Word postado em seu computador poderá ser impresso;

Pense quantas pessoas você poderá Evangelizar com este Material Impresso em suas mãos;

Imagine aquelas pessoas…

Veja as Promoções no Home através do CD DE POESIA;

Investir no REINO de DEUS é acumular Tesouro no Céu ( Mateus 6: 19 a 21 ).

INDIFERENÇA E INGRATIDÃO

Sobre este Assunto acessar a Seção “O AUTOR”, no Site.

…………………………………………………… X……………………………………….

Este Site lhe oferece inúmeras respostas, não deixe de acessar os Artigos.

28 Responses to MOISÉS E A TERRA DE CANAÃ

  1. lucia cristina

    percebi que a desobediência naquela época,era levado muito á sério, por isso, moisés foi punido. assim como tantos outros.

    • Prezada Lucia Cristina

      Obrigado pelo contato;

      A Justiça Divina é a mesma ontem, hoje e eternamente;

      Todos estamos sob o Julgamento Perfeito daquEle que é a própria Perfeição;

      O Ditado Popular diz que a Justiça Divina tarda mais não falha;

      A Justiça Divina na Verdade não tarda nem falha.

      Sua ação acontece no momento certo pelo conjunto dos Atributos Divinos, como por exemplos, Amor, Bondade e Misericórdia, tendo o Atributo da Justiça de Deus sendo o último a agir e executar o Juízo PERFEITO;

      Fique na Paz de Jesus.

      Onir

    • josé cordeiro de araújo

      essa história é uma reflexão para os líderes religiosos, pois para Deus não interessa o tempo que a pessoa tem de cristão, a posição social e tudo mais, se denegrir a imagem de Deus perante a igreja e desobedece-lo, perde as bençãos dele.

  2. a lei no antigo testamento era dura tinha que cumprir todas

    • Prezado Jonivon

      Obrigado pelo contato

      A Lei no Antigo Testamente tinha que ser devidamente cumprida, porém o Atributo da Justiça Divina é o mesmo Ontem, Hoje e será Eternamente;

      Fique na Paz de Jesus.

      Onir

  3. Perdão, eis o versículo completo:

    Eis que eu estarei ali diante de ti sobre a rocha, em Horebe, e tu ferirás a rocha, e dela sairão águas e o povo beberá. E Moisés assim o fez, diante dos olhos dos anciãos de Israel. Êxodo 17:6

    • Prezado Gabriel

      Você precisa entender o que é Obediência a Deus;

      Na primeira vez Deus disse para bater na Rocha;

      Na segunda vez Ele disse para falar à Rocha.

      O Episódio sobre a Rocha em bater e falar tem sentido Profético sobre Sinal de Deus em se fazer exatamente o que Ele Quer, e não diferente;

      Todos os que estão fazendo diferente por menor que seja ao que diz a Palavra de Deus serão Disciplinados ou ficarão sob Juízo;

      Tudo isso eu explico em Artigos no Site;

      Espero ter atendido as expectativas.

      Fique na Paz de Jesus.

      Onir

  4. MOISÉS E A TERRA DE CANAÃ
    Por que Deus não permitiu que Moisés entrasse com o Povo de Israel na Terra Prometida?

    Prezado Onir, peço sua ajuda esclarecedora.
    Se Moisés não entrou na terra prometida devido a sua desobediência a Deus quando Ele mandou que este falasse à rocha e não a ferisse, por que então em Êxodo 17.6 (ARC, NVI, SBB, dentre outras versões) o SENHOR manda ele de fato FERI-LA (batê-la) e não simplesmente FALÁ-LA?

    A Paz.

    Gabriel

    • Davi Pereira

      amado a resposta a sua pergunta está no texto de Deuteronômio 32 51 que diz porquanto prevaricaste contra mim no meio dos filhos de Israel, nas aguas de meribá,em Cades no deserto de Zim POIS NÃO SANTIFICASTE O MEU NOME no meio dos filhos de Israel. ou seja nesse evento Moisés não deu glórias a Deus mas se exaltou e atribuiu o milagre a si mesmo.conforme está escrito em números 20 verso 10 parte b OUVI AGORA REBELDES PORVENTURA ;TIRAREMOS ÁGUA DESTA ROCHA PARA VÓS? note que ele não mencionou o nome de Deus na sua ação mas disse TIRAREMOS…..

      • Prezado Davi

        Seu comentário é de muita importância para que possamos entender melhor o Episódio das águas de Meribá;

        Você tem razão quanto a um outro aspecto da transgressão de Moisés em se deixar levar pela irritabilidade provocada pelas murmurações e insatisfação do Povo;

        Moisés num momento de profunda angústia e descontrole emocional não mediu as palavras e esqueceu de exaltar a Santidade de Deus em sua vida ao proferir a expressão “faremos”;

        Precisa ficar entendido que Moisés era bastante consciente e experiente da Justiça de Deus, e não se atreveria a se rebelar contra Deus;

        Vamos analisar o texto em profundidade:

        Almeida Revista e Atualizada

        Números

        20.7 Disse o SENHOR a Moisés:

        20.8 Toma o bordão, ajunta o povo, tu e Arão, teu irmão, e, diante dele, falai à rocha, e dará a sua água; assim lhe tirareis água da rocha e dareis a beber à congregação e aos seus animais.

        “lhe tirareis” = Deus está dizendo que Moisés e Arão iriam tirar água ao falar à rocha;

        Preste atenção o porquê de Moisés usar a expressão “faremos” sair água, mais abaixo;

        20.9 Então, Moisés tomou o bordão de diante do SENHOR, como lhe tinha ordenado.

        20.10 Moisés e Arão reuniram o povo diante da rocha, e Moisés lhe disse: Ouvi, agora, rebeldes: porventura, faremos sair água desta rocha para vós outros?

        Preste atenção o porquê de Moisés dizer “faremos”; Ver a explicação no versículo 8, acima.

        O Pecado de Moisés foi não completar a frase “em nome do Senhor”, isto é, por isso Deus diz que ele – Moisés – não o Santificou no meio do Povo.

        Bem explicado: Moisés tinha que dizer o seguinte:

        Ouvi, agora, rebeldes: porventura, faremos, em nome do Senhor, sair água desta rocha para vós outros?

        Da mesma forma hoje não podemos deixar de usar a expressão “em nome de Jesus” = entendeu?!

        20.11 Moisés levantou a mão e feriu a rocha duas vezes com o seu bordão, e saíram muitas águas; e bebeu a congregação e os seus animais.

        20.12 Mas o SENHOR disse a Moisés e a Arão: Visto que não crestes em mim, para me santificardes diante dos filhos de Israel, por isso, não fareis entrar este povo na terra que lhe dei.

        “não crestes em mim” = está expressão só pode ter um significado – não lembrastes de mim – pois Moisés acreditava – TEMIA – a Deus, e jamais se atreveria em se rebelar contra Ele – Deus;

        20.13 São estas as águas de Meribá, porque os filhos de Israel contenderam com o SENHOR; e o SENHOR se santificou neles.

        “e o SENHOR se santificou neles” = apesar das transgressões do Povo e de Moisés, Deus operou o Milagre.

        Conclusão:

        Não podemos entender o Episódio das Águas de Meribá como uma atitude de Moisés em se exaltar, e atribuir o Milagre à sua pessoa;

        Não podemos esquecer que Moisés era bastante consciente de sua Missão e responsabilidade, e já tinha experiência com os acontecimentos anteriores da Justiça de Deus;

        Foi um momento ímpar motivado por grande irritabilidade provocada pelo Povo, que motivou o fato de Moisés, ou esqueceu, ou se deixou levar pela irritação, e bateu na Rocha, ao invés de falar à Rocha;

        Tanto o fato de Moisés não citar o Nome do Senhor, e não falar ã Rocha, servem de Jurisprudência, em relação a Justiça Divina, para nós, os Servos que temos responsabilidade com a Obediência à Palavra de Deus.

        Espero ter atendido as expectativas.

        Fique na Paz de Jesus.

        Onir

  5. Vejamos o fato e o analisemos:
    Moisés tendo ou não recebido a ordem de Deus de bater na pedra, ele bateu com RAIVA, por causa do povo.

    A minha interpretação é que Moisés pecou por causa da raiva, não por ter batido na pedra.

    Enfim, só li isso por curiosidade porque eu estava procurando saber o que era “Terra de Canaã” e pesquisei no Google…

    Deus vos Abençoe Onir e Gabriel!

    Obs: Não tenho religião, graças a Deus!

    • Prezado Ronilson

      Obrigado pelo contato e pelo comentário.

      Você tem toda razão ao afirmar que Moisés bateu na Rocha porque estava com raiva, em face das murmurações do Povo;

      Teologicamente o Pecado de Moisés foi não dominar a raiva e cometer a desobediência a Ordem de Deus para falar e não bater;

      Sugiro que leia o Artigo “A SALVAÇÃO E A VIDA ETERNA”, no Site;

      Estamos num momento muito Especial dos Planos de Deus em relação ao Reino Celestial aqui na Terra;

      Você ao ler o Artigo saberá entender que precisa tomar uma posição diante de Deus para não perder a grande oportunidade em não ficar para a Grande Tribulação;

      Sugiro que leia os demais Artigos que muito vão lhe tirar dúvidas;

      Fique na Paz de Jesus.

      Onir

  6. Helouise Mattos

    Amém, obrigado pelo estudo, estava lendo a biblia mas nao estava entendendo, Deus abençoe vc’s ou voce (:

  7. RENATA ZAGABRIA

    Eu e meu marido somos pastores.missionários e estamos no nordeste!
    Muitas são as lutas e dificuldades que enfrentamos “conduzindo’ um povo a “terra prometida”…
    Muitas vezes somos tentados a ter raiva ou ira pela desobediência do povo!
    Esse artigo falou muito ao meu coração!
    Deus abençoe!

  8. wenderson freitas

    No meu intendimento, a interpretação está perfeita!

    No Êxodo 17, a ordem era ferir a rocha!

    no livro de ‘números 17′ a ordem era falar a rocha!
    moisés desobedeceu a ordem de DEUS no livro de números 17, ferindo a rocha, ao invés de falar!!

    Interpretação perfeita de onir!!
    Paz do senhor!!

  9. A Justiça Divina e a mesma, porem a
    Desobediencia nos Dias de hoje tem
    Levado muitos a morte, Ja que a biblia ensina
    Que o preco Pago pelo pecado e a morte.

  10. I’m still learning from you, while I’m trying to achieve my goals. I certainly love reading all that is posted on your site.Keep the stories coming. I liked it!
    [url=http://www.yesvideo.net.in/yv/images/readme.aspx?6]NFL Jerseys[/url]

  11. Graça Araujo

    Obrigado pelo estudo me tirou muitas dúvida, agora eu sei por que Moíses não entrou na terra prometida.
    Fique na paz de Cristo Jesus.

    • Prezada Graça

      Certamente você entendeu também o porquê de Jesus afirmar que muitos serão chamados mais poucos os escolhidos, em relação ao Arrebatamento, que corresponde a Terra Prometida;

      Fique na Paz de Jesus.

      Onir

      • Este artigo me fez chorar meditar sobre aira como por polco nos perdemos uma benção
        ou salvação realmente eu vivo pela misericórdia de Deus.
        Obrigada fiquem na Paz

  12. Excelente artigo, bem esclarecedor.
    Estou em busca do que Deus quer me dizer, Deus esta me mostrando constantemente esta passagem de moises pelo deserto. Eu já entendi que o deserto no qual estou passando é necessario, agora com a leitura deste artigo entendi sobre a obediencia, q no meu caso é esperar as promessas de Deus se cumprir na minha vida.
    Muito Obrigado, vou ler os outros artigos, se puder me indicar algum ficarei grata.
    Fique com a Paz do Senhor Jesus!!!

  13. gostei muito do artigo gostaria de poder me aprofundar mais adquirindo o cd como posso adquirir ?

  14. boa noite meus amados…
    na primeira passagem do israelitas a Meribá,no monte Herobe,em Êxodo 17:6, Deus ordena a Moisés que ferisse a rocha e dela sairia muita agua.
    E posteriormente em, Números 20:8, Deus ordena a Moisés que falasse e ñ ferisse a rocha.
    Essa rocha simbolizava Cristo, e Cristo já seria ferido uma vez pagando por nossos pecados na cruz. E Moisés irado bateu duas vezes na rocha.

  15. Aquela rocha representava o próprio Cristo, que foi ferido uma única vez por todos nós na cruz (1 Co 10: 4). De acordo com a predeterminação de Deus, não se poderia ferir a Cristo duas vezes. Naquela ocasião, Moisés, tendo a vara na mão e baseado na autoridade de Deus, deveria somente ordenar à rocha e, dessa forma, a água fluiria.
    fiquem na paz amados.

  16. Tenho bastante dificuldade pra entender as coisas da biblia…
    Este artigo me ajudou a entender pelo menos alguma parte, rsrsrs…
    Obrigada amado por este artigo!
    DEUS ABENÇOE

  17. boa noite!!! a paz,gostei muito deste artigo ,gostaria de receber este artigo ,muito obrigado ,Deus abencoe

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Copyright © 2014. All Rights Reserved. Designed by PsPrint online printing
Thanks to: Try free printable calendar templatesCustom calendar printinghomeinbayarea.com